Bó, uma referência para todas nós.

Amigas

Hoje cruzei-me com a Paula Bobone na rua. Olhei para ela e tremi.

Encontrei-a no Chiado. Devia estar a caminho da Avenida da Liberdade, certamente para mais uma tarde Gold.

Esta Diva Dinossaura, nascida em 1945, na realidade apelida-se por Maria Paula Martins Ferreira d’Orey Bobone. A ter em conta que todas as pessoas com apóstrofo no nome são de relevância social.

Paula Bó (deverá pronunciar-se assim, de boca bem aberta) é licenciada em Filologia Germânica. Glamorous.

E perguntam vocês, todas em coro: “O que é Filologia Germânica?”

Pois bem, é a ciência que estuda os textos escritos de uma língua com o objectivo de a conhecer, assim como a respetiva cultura e literatura do povo que a utiliza. Aprendam que eu não duro sempre.

Mas continuam vocês, novamente em coro: “Para quê que essa merda serve!?” Ninguém sabe. Mas Bó fala alemão, metam-se no vosso lugar.

Bó tirou a sua licenciatura na Universidade de Lisboa sendo que, mais tarde cursou estudos italianos nas Universidades de Perugia e Milão. Foi aqui que percebeu que tinha um lugar cativo no mundo da moda. Uma verdadeira Fashion Victim que, acima de tudo, sabe o que lhe fica bem e como evidenciar a sua beleza.

Esta Diva teve uma longa carreira como funcionária pública. Foi assessora principal do Ministério da Cultura. Suspeito que terá tido alguma influência sobre como terminou este Ministério. Ainda assim minhas amigas, TODAS de cabeça baixa perante desta diplomata.

Bó é especialista em etiqueta e foi neste segmento que vingou.

A minha obra favorita, escrita por si, é o Dicionário de Etiqueta 1_ Regras para bem viver em Sociedade. Foi aqui que aprendi a anunciar a rotura de um noivado ou a dar condolências. Diariamente lido com ambas as questões.

Também aconselho a leitura do Queridas Sopas, “uma pequena antologia sobre sopas” designa a autora, com cerca de 30 receitas para jovens casais.

Por favor, antes de se meterem a fazer as receitas da mestre e a comer sopa como umas lambonas, leiam o Dicionário de Etiqueta 1. Não há nada pior do que ver uma Diva beber sopa. O garfo e a faca sempre servem para alguma coisa, não?

Reflitam.

Love.

D.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s