Diva e a Duquesa de Alma.

Hoje acordei às 4h da manhã com um frio tremendo que me atravessou a espinha. Levantei a cabeça para puxar o cobertor, que estava ao fundo da cama, e senti um peso estranho sobre o meu corpo.

Era a Duquesa de Alma sentada aos meus pés. Acreditem se quiserem.

Estava igual a si mesma, de flor na cabeça e com um vestido às bolas coloridas. Assustei-me, dei um berro, fechei os olhos e comecei a rezar. Já devia prever que metade do Pai Nosso, mal decorado, não iria ser suficiente para expulsar este espírito. Assim que abri a pestana novamente, lá estava ela ainda mais perto a olhar para mim.  No meio de todo aquele botox consegui detetar uma expressão dócil que me fez ganhar coragem e perguntar:

– “Duquesa de Alma, o que faz a senhora aqui no meu quarto? Está passada?! O que quer de mim?”

– “Diva, não te assustes, vim ter contigo a esta espelunca porque só tu me podes ajudar” – disse em português perfeito, o que eu achei incrível.

– “Conte-me tudo Duquesa.” – Respondi, já mais calma.

– “Querida Diva, destaquei uma pessoa em cada país da Europa para deixar uma última mensagem aos elementos das monarquias de cada reino.  Após um estudo criterioso, considerei o Divas em Apuros perfeito para as minhas últimas palavras aos Duques de Bragança. – Disse Alma, que acabou por me contar que lê sempre as minhas crónicas no iPad do Steve, com quem tem passado muito tempo lá em cima. Nem queria acreditar!

– “Conte-me tudo Duquesa, estou aqui para si! É uma honra poder ajudá-la.” – disse eu emocionada.

– “Então vá, filha, pega no teu computador e escreve o seguinte:

Caro Duque de Bragança,

Antes de proferir barbaridades, como a mais recente sobre o Charlie Hebdo, lembre-se de tomar aquele comprimidinho que lhe ofereci na última visita oficial. Pelo menos, enquanto dança não diz asneiradas. Concorda?

Querida Isabelinha,

Pensas que ando a dormir aqui no Paraíso?  Sei que nunca usaste o voucher da Zara que te dei como presente de aniversário. Achas que me enganas? Continua a vestir-te na Lisete Modas que vais longe, amiga.

Vocês, só me envergonham. A mim e a todos os duques e duquesas que se prezem. 

Beijinhos aos meninos.

Cuidem-se.

Duquesa de Alma.”

Fiquei impressionada com tamanha assertividade. Ela disse-me que à Letícia não enviou uma mensagem mas sim um cheque para se pôr a andar.

Ficou a promessa que iria publicar as mensagens o quanto antes, e aqui estão.

Alma ainda teve tempo de me aconchegar os lençóis e depois desapareceu.

Vou ter saudades desta velhota maluca.

Love,

D.

Anúncios

One Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s