Diva e os Amigos.


Sobre coisas importantes na vida, a família vem primeiro, há quem coloque o parceiro amoroso em segundo e, supostamente, os amigos vêm depois.

Vou corroborar esta premissa, até porque acho que faz sentido, mas sinto que os amigos merecem um destaque muito especial nesta nossa estadia terrena. Falo dos amigos que são efetivamente dignos dessa designação. Aqueles que compreendem a nossa criança interior, talvez porque possuem características infantis idênticas às nossas. Aprendi este termo há pouco tempo (criança interior) e, além de gostar muito de o utilizar pelo ar conceptual e místico  que confere ao texto, faz-me muito sentido.

Relevando o facto de ter dado conta que ultimamente ando com introduções mais introspetivas e profundas, vamos mas é ao que interessa.

O que é Amizade?

Quando se preocupam com o nosso conforto.

De tal forma que em sua casa têm um roupão só para nós. De pêlo. E dos bons. Ainda por cima cinza que dá com tudo e nem nos deixa fazer má figura nos jantares em que, de repente, aparece alguém que não conhecemos. Eu não me incomodo muito e encaro a situação com naturalidade. De robe, claro.

Quando roubam por nós.

Um chapéu de chuva num dia de tempestade. Daqueles que são depositados à entrada de um estabelecimento público, pertencentes geralmente a alguém que acredita que é praticamente impossível surgir um ser humano capaz de o gamar. Errado. Um amigo preocupado faz-se ladrão por ocasião. É um furto menor, não sejamos julgadores. Obrigada, hoje já me salvou. ❤

Quando te fazem leituras astrais por telefone. 

Naqueles momentos em que sentimos que Saturno está  versus uma merda qualquer que nos está a tramar, não tem preço contar com uma amiga (profissional na coisa, claro) capaz de parar tudo para ir dar uma olhadela no nosso mapa Natal. E sim, isto é de uma importância extrema. E não,  Saturno parece estar no sítio certo, Vénus é que nem por isso.

Quando não se importam de ir ao Sushi.

Mesmo que já tenham almoçado peixe cru ao almoço. E tudo porque sabem que quando nos apetece Sushi, não há nada que nos possa satisfazer que não seja… Sushi. Muitas vezes são compreensivos porque já passaram pela mesma adversidade e, portanto, uma mão lava a outra. Ainda assim, é um gesto de tremenda amizade comer mercúrio duas vezes no mesmo dia. Eu não me esqueço.

Quando levam um lenço gigante para a praia.

A contar contigo, dado que conhecem a tua toalha de praia ridícula. Tenho outras prioridades, ok?

Quando metem likes nos teus textos.

No preciso momento em que acabaste de publicar o post, não tendo esse período sido suficiente para ler duas linhas, quanto mais um texto literário e complexo como este.

Mas, bom, fico toda derretida na mesma.

Amo os meus amigos.

Love,

D.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s