Diva e o Gonçalo Teixeira.

Ainda não tinha falado sobre este tema. Não porque não me tenha ocorrido, mas porque achei que já éramos demasiadas ressabiadas a tocar no assunto. Hoje pensei que era o dia porque, pela primeira vez, tive uma reação diferente ao anúncio que intercala as músicas que vou ouvindo no Youtube, no qual Gonçalo Teixeira surge de tronco nú a fazer as lides domésticas.

Se Gonçalo é giro? Naturalmente.

Se Gonçalo fica um máximo a meter roupa na máquina e a passar a ferro? Claro que sim.

Se ficava igualmente interessante a esfregar uma sanita com as mãos? Muito provavelmente.

Contudo, não é sobre o aspeto do Gonçinhas que vamos falar. Mas sim de Paixão.

Aquele sentimento que nos deixa parvas, sem saber muito bem o que fazer. Que nos faz ver o quão difícil é sermos nós próprias. Aquele estado que nos prende a um diálogo fantástico em que 80% do que proferimos é merda, e os restantes 20% cocó. E que, apesar de tudo isto, acaba por se esfumar inevitavelmente.

Acontece que, após me ter apaixonado por Gonçalo Teixeira na primeira vez que vi a campanha, depois de a ter visto 40 vezes lá se foi o amor.

E porquê?

. Porque hoje, bem cedo, fui interrompida por ele no Youtube e achei completamente despropositado o facto de se insinuar desta maneira tão óbvia de manhã. Mas quem é que está com pica às 9h30 para levar com este baralho?!

. Porque a forma como ele diz Passada me soa à Débora de Cristal no Finalmente. Qualquer gajo que diga Passada para mim já foi. O mesmo se aplica à alma que me dirija um Coisa mai Linda… Menos.

. Porque hoje olhei para o Gonçalo e pensei, ai o mamilo direito é tão diferente do esquerdo, que impressão! E sim, já estou naquela fase de desgaste em que vejo defeitos que não existem.

. Porque de repente Gonçalo com aquelas calças, e de tronco nú, me fez lembrar um bailarino de bachata. E eu não curto danças latinas. Nem me interesso por homens que mexem mais a anca que eu. Tenho muito medo deles e do que me podem fazer.

. Porque se Gonçalo, na vida real, passasse mesmo a ferro (o que seria para lá de charmoso) nunca estaria com aquele sorriso ridículo. Muito menos quando falamos de uma camisa que se vinca com um sopro. Tenho algumas cinco no cesto da roupa amarrotada há quase um ano.

. Porque de repente vi que tinha milhões de gajas a comentar o tronco e os lábios de Gonçalo e eu para levar com esse número, prefiro a Morte.

Not in love anymore.

Fui!

Love.

D.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s